Como funciona o Transplante Capilar FUE

A técnica sem sutura

O diferencial do Transplante Capilar FUE é a forma que a área doadora é retirada: ao invés da tradicional incisão linear, são feitas micro-incisões circulares (com 0.9-0.8mm de diâmetro) em torno de cada unidade folicular (UF). Por isso a FUE não precisa de sutura e a recuperação é em 7 dias, sendo uma opção viável para esportistas e atletas.

O Transplante Capilar FUE também pode ser indicado para pacientes que fizeram outros procedimentos anteriores e que não possuem mais elasticidade na área doadora.

TÉCNICA INDICADA PARA A RESTAURAÇÃO DE CALVÍCIES INTERMEDIÁRIAS.

COMO É FEITO O TRANSPLANTE CAPILAR FUE?

Por ser minimamente invasivo, o Transplante Capilar FUE é realizado com anestesia local e o paciente volta para casa no mesmo dia. A retirada das UFs é feita manualmente e exclusivamente pelo dr. Tykocinski que utiliza um instrumento cilíndrico chamado punch para fazer as incisões superficiais (0.85mm) em cada UF. São milhares de micro-incisões ao redor de cada fio que será transplantado para a área calva, que com a técnica correta não danifica as UFs.

Uma vez que se danifica uma UF ela pode nunca mais voltar a crescer. Portanto é necessária habilidade cirúrgica, conhecimento técnico e experiência médica para que a integridade das unidades foliculares seja preservada e a área doadora fique livre de marcas.

O Transplante Capilar FUE permite que o médico escolha as UFs e também expande a área doadora, isto é fundamental para pacientes com baixa densidade. A FUE não apresenta limites quanto a elasticidade e não precisa de massagem prévia. Porém, mesmo expandindo a área doadora, o rendimento total de cabelo com o Transplante Capilar FUE costuma ser 60% do total obtido com a FUT. Normalmente CONSEGUIMOS EM MÉDIA ATÉ 2.500 UFS EM UMA SESSÃO DE TRANSPLANTE CAPILAR FUE.

IMPLANTAÇÃO DAS UNIDADES FOLICULARES DO TRANSPLANTE FUE

A implantação é sempre feita manualmente tanto no Transplante Capilar FUT quanto FUE. O dr. Tykocinski implanta cada unidade folicular individualmente, recriando artisticamente as características de cada paciente: desenho do cabelo harmonizando com as linhas faciais, a angulação dos fios, a distribuição de densidade. Portanto independente da técnica de retirada escolhida, o transplante capilar que cada paciente terá será único.

INDICAÇÕES DO TRANSPLANTE CAPILAR FUE

  • ESPORTISTAS: Já que não há sutura, a recuperação é ao longo de 1 semana, quando as atividades físicas já estão liberadas;
  • PACIENTES COM BAIXA DENSIDADE NA ÁREA DOADORA;
  • ÁREA DOADORA SEM ELASTICIDADE: Como característica individual ou após transplante anterior;
  • FALHAS BARBA/BIGODE: Permite escolher o melhor pelo da área doadora, sem deixar marcas;
  • SESSÕES MENORES: Calvícies que necessitem de até 2.000 UFs;
  • CORREÇÃO DE TRANSPLANTES CAPILARES INESTÉTICOS: Permite a retirada dos ‘tufos’, reutilizando as UFs que forem retiradas;
  • CALVÍCIES MENORES EM PACIENTES COM MENOS DE 40 ANOS.

Cada técnica possui sua indicação que deve ser respeitada, devemos ter em mente que a calvície é lenta e progressiva, o que requer um planejamento a longo prazo. Por isso a consulta presencial com médico especialista é fundamental e obrigatória.

COMO É A RECUPERAÇÃO DO TRANSPLANTE CAPILAR FUE

O aspecto é discreto mesmo no dia anterior ao transplante capilar FUE e o paciente pode voltar às atividades no segundo dia. Alguns cuidados com a higiene serão recomendados. A recuperação é em 1 semana. Nossa equipe estará sempre à disposição caso você precise. Iremos querer acompanhar o desenvolvimento do novo cabelo, portanto alguns retornos serão necessários. O cabelo transplantado costuma cair após 3 semanas, é natural que isto ocorra, pode ficar tranquilo porque eles voltam a crescer após 3 meses. Com 6-9 meses já é possível ver uma mudança considerável, no entanto o aspecto visual final é visto apenas com 1 ano e meio.

QUALQUER PACIENTE É SUSCETÍVEL AO TRANSPLANTE CAPILAR FUE

Vocês me veem há bastante tempo falando sobre a técnica FUE de transplante capilar. E por que a FUE é tão apaixonante?

Bom, primeiro porque ela é uma técnica que veio para somar! E para começar a elencar os motivos do porquê essa técnica é surpreendente, vamos falar sobre as suas indicações.

AFINAL, QUEM É INDICADO PARA O TRATAMENTO DE TRANSPLANTE CAPILAR FUE?

Qualquer paciente. Sim, sempre é possível fazer a FUE, e você tem a opção de fazer até duas seções do tratamento, isso porque na hora da retirada dos folículos é como se fosse um “jogo de encaixe”. Então, primeiro retiramos uma parte, e só depois, na segunda sessão, fazemos a retirada da outra parte. E com esse método ainda é possível deixar bastante cabelo na área doadora!

Com isso, conseguimos que essa área permaneça com 60% de cabelo. E isso permite que o paciente corte o cabelo curto e pareça natural.

Outro grande benefício do método FUE é o pós operatório, pois ele é muito tranquilo!

Com a técnica FUE é possível você voltar a rotina normal em uma semana. Por exemplo, se você é o tipo de paciente esportista e fica receoso em fazer esse tratamento, pois não sabe quando vai poder voltar aos treinos, a técnica FUE é indicada para você. Com exceção dos esportes que necessitam de touca, como a natação, e esportes de contato.

E isso se torna possível pois você não tem tensão nem sutura na área doadora. Então você acaba ficando livre para voltar às suas atividades normais.

O TRANSPLANTE CAPILAR FUE PERMITE A CUSTOMIZAÇÃO

COMO ASSIM A CUSTOMIZAÇÃO?

Simples, a FUE permite que você customize o procedimento, ou seja, o paciente precisa apenas de uma quantidade pequena de folículos, o desejo do paciente é apenas completar alguns pontos de calvície. O transplante Capilar FUE é uma técnica que permite que seja feita uma cirurgia do tamanho necessário para o caso do paciente.

E existe uma vantagem adicional. A técnica FUE permite que essa customização seja feita com a barba, por exemplo.

Outro exemplo, o paciente deseja apenas um pouco mais de densidade na coroa, com a FUE não é necessário ir até a área doadora novamente, o procedimento pode ser feito com folículos retirados de um espaço da barba.

É claro que sessões como esta é possível, pois a FUE é um procedimento menos cirúrgico do que a FUT. Além disso a cicatrização é rápida, em três dias, com o método FUE, é possível não conseguir notar nada na área doadora.

DENSIDADE COM O TRANSPLANTE CAPILAR FUE

Um dos grandes benefícios do Transplante Capilar FUE é a densidade, e poucas pessoas comentam sobre isso. Mas para mim, é uma das maiores qualidades dessa técnica!

Quando acontece a remoção da unidade folicular com o método FUE, o folículo se torna mais compacto, isso quer dizer que não tem quase nada em volta dele. É praticamente uma unidade desnuda, então ela é menor.

Isso permite que a unidade seja colocada em uma agulha muito menor e mais fina. E com isso é possível fazer os orifícios muito mais próximos, resultando em uma maior densidade no resultado.

E essa densidade é incrível, pois pode ser que no caso do paciente seja possível fazer uma densidade de cinquenta ou até mais unidades foliculares por centímetro quadrado com a técnica FUE.

E por que isso não é possível com a FUT? Porque os enxertos têm um pouco mais de pele em volta, logo é necessário fazer o uso de uma agulha um pouco mais grossa, tornando assim a densidade menor no resultado.

A FUE também tem uma grande vantagem quando o caso do paciente é para cobrir uma região pequena, como quando ele quer tapar uma entrada, ou baixar a testa e ter um grande reforço na linha da frente, isso é possível com a FUE.

TRANSPLANTE CAPILAR FUE PARA NATURALIZAR

A técnica FUE não é apenas para a área receptora, ela também pode ser usada para a área doadora. Por exemplo, o paciente tem um transplante antigo e precisa de uma naturalização, e com a FUE isso é possível.

O método permite remover partes das unidades foliculares do transplante antigo, ou até todo ele, e redistribuir de uma forma mais racional.

Por que um “tufo” é feio? Ora, porque um “tufo” são três ou quatro unidades foliculares agrupadas. Se for possível separar as unidades e reimplantá-las o transplante se torna natural, e com a FUE é possível.

A técnica FUE é ideal para melhorar a autoestima do paciente e naturalizar o seu transplante. Seja porque o transplante é muito antigo, como já foi abordado acima, ou pelo contrário, por ser um implante moderno.

Hoje existem inúmeros lugares que garantem resultados rápidos, com métodos inovadores e modernos, mas na verdade só complicam ainda mais a vida do paciente. Pois muitas vezes, o resultado desses procedimentos são linhas muito baixas, fechando as entradas, trazendo à tona os aspectos artificiais em homens adultos. E esse problema pode ser corrigido com a técnica FUE.